Experiência de Fé – Janeiro 2020

Experiência de Fé – Maria Júlia Limeira Vieira da Cunha

“O emprego foi-me concedido por Deus para, junto com meus Antepassados, dedicarmos na reforma da Sede Central.”

Chamo-me Maria Júlia Limeira Vieira da Cunha e dedico no Johrei Center do Porto.

Em julho de 2019, para conseguir peregrinar aos Solos Sagrados do Japão e visitar a minha família no Brasil, pedi demissão do meu último emprego e ao regressar, estava confiante que iria conseguir outro rapidamente, mas o certo é que tive muita dificuldade, pois enviava muitos currículos e não era sequer chamada para fazer entrevistas, o que me deixava muito frustrada, pois tenho confiança na minha capacidade profissional.

Como na minha vida já haviam ocorrido tantos milagres, fruto de minhas dedicações para Deus e Meishu-Sama e da obediência às orientações que recebia do Ministro, sabia que havia algo que precisava aprender, revendo e desafiando tudo o que estava a fazer.

Venho dedicando todos os meses na Sede Central, em Coimbra, participando da preparação no dia anterior e do Culto Mensal de Gratidão; mas alguma coisa me dizia que eu precisava focar ainda mais as minhas dedicações na reforma da Sede Central.

Em novembro, o Ministro convidou-me para dedicar, num dia da semana na Sede Central, com o Sonen de elevação pelos Antepassados dos participantes desta dedicação e a concretização da reforma da Sede Central. Fomos orientados que a nossa dedicação, feita com amor e gratidão, junto com nossos Antepassados, serão o alicerce espiritual da obra. Dedicámos com muita alegria e foi um dia maravilhoso, mas ao retornarmos ainda não sabia o que precisava realmente fazer.

Solicitei orientação ao Ministro e reconheci que a minha purificação era mesmo financeira, pois sem trabalho, era necessário utilizar o dinheiro de uma poupança para pagar as minhas despesas e precisava aprimorar e crescer com essa situação. No dia em que fomos dedicar a Coimbra, ainda na estrada, eu e outra dedicante recebemos por telefone propostas de trabalho, mas a minha não foi possível aceitar, então fui orientada que talvez estivesse com o Sonen errado para conseguir emprego. Se eu queria tanto dedicar na reforma da Sede Central, precisava de um trabalho para poder fazer a minha oferta de gratidão e esse deveria ser meu objetivo principal.

Assim, coloquei as seguintes metas na minha dedicação:

– Desapegar e fazer realmente o meu esforço máximo no donativo mensal, pois como estava sem trabalho, minha purificação financeira estava mais intensa, o que me gerava bastante preocupação;

– Além dos donativos mensais e diários, também fazer o donativo especial para a reforma da Sede Central;

– E quando estivesse a trabalhar, fazer um donativo especial para a reforma, no valor do meu primeiro ordenado e pensei num valor.

Ao mudar o Sonen em relação ao objetivo de ter um trabalho, dando continuidade às minhas dedicações na Sede Central e no Johrei Center do Porto, participando dos Cultos e materializando os donativos, fui chamada para duas entrevistas de trabalho em duas grandes multinacionais, exatamente com o cargo na minha área de atuação!

Passei nas duas seleções e tive de escolher uma, o que foi uma decisão difícil, pois em ambas eu sabia que iria prosperar bastante!

Fui para a entrevista com o Sonen no meu donativo especial e quando recebi a notícia de que iria ser contratada, a proposta salarial foi exatamente o objetivo da oferta de gratidão, a qual me havia proposto!

Hoje, tenho um emprego que sempre desejei, numa grande empresa, onde sou reconhecida e todos os dias antes de sair de casa, oro na Imagem Consagrada de Meishu-Sama e peço que me utilize na Obra Divina, onde quer que eu esteja!

Aprendi com esta experiência que, conseguir fazer donativo de gratidão é uma grande permissão recebida de Deus e Meishu-Sama e que o emprego me foi concedido por Deus para, junto com meus Antepassados, dedicarmos na reforma da Sede Central, na construção do Altar de Deus e dos Antepassados. Depois que a Sede Central estiver pronta, não teremos mais essa oportunidade de participar!

Em janeiro, irei fazer o meu donativo integral do primeiro salário e continuarei a fazer o meu esforço máximo através do meu donativo mensal. Continuarei empenhada nas minhas dedicações no Johrei Center e na Sede Central, sempre com o coração muito agradecido.

Sou muito grata a Deus e a Meishu-Sama por toda a permissão que tenho, em Portugal, por dedicar e ser útil; e aos meus Antepassados por terem-me ajudado a entender melhor a minha missão!

Muito obrigada!

Comentários não disponíveis.