Palestra do Culto Mensal de Agradecimento – Sede Central – Maio 2022

CULTO MENSAL DE AGRADECIMENTO – MAIO 2022

PALESTRA DO PRESIDENTE DA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL DE PORTUGAL – REVERENDO CARLOS EDUARDO LUCIOW

Bom dia!
Como os senhores estão a passar? Estão todos bem?

Em nome de Deus e Meishu-Sama, agradeço a vossa sincera dedicação que nos possibilita expandir cada vez mais a Obra Divina em toda a Europa! Muito obrigado!

Gostaria de dar as boas-vindas a quem está a assistir a este Culto pela primeira vez e a todos os membros e frequentadores que estão a participar nesta transmissão online, tanto em Portugal, como em outros países. Sejam todos muito bem-vindos! (Palmas)

Hoje é um dia muito feliz pois celebramos o Dia da Mãe!
Fizemos uma oração especial por todas as mães, não só as que estão no Mundo Material, mas também, por aquelas que já se encontram no Mundo Espiritual, assim como, pelas mães que, apesar de nunca terem tido filhos biológicos, tiveram muitos “filhos espirituais”, aos quais se dedicam, igualmente, com muito amor.
Parabéns, de coração, a todas as mães! (Palmas)

Hoje, é também o Dia Internacional dos Trabalhadores. Agradecemos a Deus e a Meishu-Sama pela permissão que temos de “trabalhar” na Obra Divina de construção do Paraíso sobre a Terra. (Palmas)

Do dia 21 ao dia 26 do mês passado, estive a visitar o Johrei Center do Porto e o Núcleo de Johrei de Gaia. Durante esse período, realizámos várias atividades, entre as quais: Dai Johrei Kai (Grande encontro de Johrei), reunião com missionários, assistência religiosa a membros em purificação, entronização de um Mitamaya (Oratório dos Antepassados no Lar), 3 Outorgas de Ohikari – Medalha da Luz Divina e o Culto Mensal pela Salvação dos Antepassados e Reforma da Sede Central. No total, pude encontrar com 93 membros, 15 frequentadores e 2 pessoas pela 1ª vez.

Como foi a primeira atividade, desde o início da pandemia, sem o uso obrigatório de máscara, a alegria das pessoas era visível pois os sorrisos já não estavam mais encobertos.
Agradeço o carinho e a hospitalidade com que me receberam, muito obrigado! (Palmas)

No Culto de hoje, ouvimos o Ensinamento “Dissecação do milagre”, do Alicerce do Paraíso vol. II, edição portuguesa.

Meishu-Sama orienta-nos que milagre é a ocorrência de um facto que acreditamos ser impossível; no entanto, Ele afirma que nada acontece por acaso, pois, é uma ilusão a ideia preconcebida de que algo não possa acontecer. Isso é fruto do pensamento materialista, que analisa apenas os fenómenos materiais, isto é, o que percebemos exteriormente. Por este motivo, ficamos impressionados quando ocorre algo fora do normal.

Orienta-nos também que a origem dos milagres se encontra no Mundo Espiritual e que estes podem ser de dois tipos: de força própria ou de força alheia.

Os primeiros ocorrem graças à aura da pessoa, cuja espessura varia de acordo com o nível de impurezas existentes ao redor da alma; quanto menos impurezas, mais larga a aura será.

O segundo tipo, milagres relacionados à força alheia, tem relação com a proteção recebida do espírito protetor guardião, que é um nosso ancestral. E, no caso de pessoas com missão especial, poderão ser protegidas por uma divindade.

Assim, o milagre jamais é uma coincidência ou acaso, tendo sempre uma razão para ocorrer. Qualquer pessoa que pratique a fé e acumule virtudes, certamente vivenciará inúmeros milagres.

Por ocasião da minha visita missionária ao Núcleo de Johrei de Gaia, após a Cerimónia de Outorga do Ohikari, tive o privilégio de ouvir na primeira pessoa as duas maravilhosas Experiências de Fé relatadas no Culto de hoje.

A Dª Ermelinda Oliveira, que caminhava pela rua, foi abordada à porta de um prédio por uma frequentadora que lhe ofereceu uma Flor de Luz, convidando-a para receber Johrei no Núcleo que funciona no apartamento de uma missionária, dizendo-lhe que se iria sentir muito bem. Foi recebida com carinho, realmente sentiu-se bem e por este motivo, passou a frequentar semanalmente.

A forma como a Dª Ermelinda foi encaminhada demonstra a importância de darmos continuidade às atividades externas, que temos vindo a realizar desde o ano passado. É interessante o facto de que, por ter sido uma frequentadora a oferecer a Flor de Luz, não podendo transmitir Johrei, convidou-a para subir até ao Núcleo, algo que todos nós deveríamos fazer, isto é, procurar acompanhar a pessoa até à Unidade Religiosa, apresentar Meishu-Sama e transmitir-lhe Johrei na frente do Altar.

Este maravilhoso resultado, com a outorga da Dª Ermelinda, é fruto de milhares de Flores de Luz distribuídas e centenas de Johrei transmitidos pelas ruas de Gaia, demonstrando assim que é com persistência e continuidade nas práticas básicas da fé, que atingimos o nosso objetivo de fazer as pessoas felizes.

É igualmente importante a alegria que os membros e frequentadores sentem ao participar nessa atividade, facto comprovado nos relatos das experiências vividas, como pudemos ler no Boletim do mês passado. Vamos esforçar-nos cada vez mais para que, futuramente, tenhamos muitas “Donas Ermelindas”, felizes e contentes.

Durante a pandemia, mesmo estando o Núcleo encerrado, continuava a ser acompanhada telefonicamente e oravam por ela. Por este motivo, com o retorno das atividades, naturalmente desejou voltar a frequentar. No final do ano passado, a sua filha foi diagnosticada com cancro na bexiga, em estado avançado. Foi operada, mas, por vários fatores, acabou por não fazer qualquer tipo de tratamento.

Sendo esta situação desesperante e perante a recusa da sua filha em receber Johrei, a Ministra orientou-a a recebê-lo o máximo possível, pois através do elo espiritual, a sua filha também receberia. Além disso, empenhou-se na materialização da sua gratidão, na distribuição de Flores de Luz e no encaminhamento de novas pessoas para também receberem Johrei.

Um ponto importante é que, ao ver o sofrimento da filha, ela se desesperava, chegando a pensar que não teria salvação. No entanto, foi graças ao apoio dos membros e da Ministra que encontrou forças para dar continuidade às práticas da fé, o que denota a importância de darmos apoio a quem está a sofrer.

Ao fim de cinco meses, a filha foi chamada para fazer novos exames e, apesar de nunca ter feito nenhum tipo de tratamento, o médico disse-lhe: “A senhora está curada! Qual foi o Santo que a curou?”

A Dª Ermelinda, ao receber essa maravilhosa notícia, ficou tão feliz que, como agradecimento, além de um donativo especial, tomou a decisão de receber o Ohikari para fazer o maior número de pessoas felizes.

Também ouvimos hoje a maravilhosa Experiência de Fé do Sr. Manuel Almeida, que apesar de praticar a fé há 2 anos e a sua esposa e filha serem membros ativos, ainda não tinha despertado para receber o Ohikari. No dia do Natalício de Meishu-Sama do ano passado, teve um acidente grave, no momento em que a sua filha participava no Culto da Sede Central. E, por esse motivo, sentiu ter sido salvo por Deus e Meishu-Sama, conforme nos relatou.

A sua filha, estando envolta na aura de Meishu-Sama, através do elo espiritual, ele também estava e, assim, foi protegido, tal como ouvimos no Ensinamento de hoje.

Ficou 3 meses e meio em recuperação, recebendo Johrei diariamente com os seus familiares e com a Ministra, que lhe prestava assistência mais de uma vez por semana. Entretanto, uma ferida que tinha na perna, apesar de estar a receber tanto Johrei, não melhorava.

Durante esse período, sentiu vontade de desabafar com a Ministra sobre as mágoas e ressentimentos familiares da sua infância. Conforme compartilhava o seu sofrimento interior, era ouvido pacientemente e orientado a perdoar.

Aos poucos, sentiu-se melhor, mais leve e, proporcionalmente à sua mudança, a ferida começou a cicatrizar. Isso ensina-nos que não menos importante que a quantidade de Johrei recebida, é a nossa busca interior, de nos libertarmos do apego aos sofrimentos do passado, que se materializam nos problemas do presente.

Tendo conseguido desapegar das más lembranças, hoje sente-se muito feliz e naturalmente despertou para receber o Ohikari, com o desejo de ajudar o maior número de pessoas.

Quem de nós não deseja ser protegido de infortúnios, como aconteceu com o Sr. Manuel e com a filha da Dª Ermelinda?

Com certeza, todos nós! Mas, para isso, precisamos de aumentar a largura da nossa aura, tal como Meishu-Sama nos orienta no Ensinamento do Culto de hoje:

“Se o ser humano se empenhar em pensar e praticar o Bem, acumular virtudes, tornando larga a sua aura, jamais sofrerá infortúnios inesperados.”

É incrível como no Núcleo de Johrei de Gaia, com menos de 10 membros ativos, a funcionar no lar de uma missionária, conseguiram um resultado tão significativo de três outorgas e duas Experiências de Fé, baseadas nas atividades externas e na assistência religiosa.

A esse respeito, Meishu-Sama orienta-nos no Ensinamento “Aura e ondas espirituais”, do Alicerce do Paraíso vol. IV, edição portuguesa:

“Quanto mais larga for a aura dos membros da nossa Igreja, melhor será o resultado na cura de doenças. Salvando o maior número de pessoas, maior será a quantidade de agradecimentos que receberão, o que fará aumentar a espessura da aura e obter excelentes resultados. Dentre os meus discípulos, há muitos assim.”

Portanto, se aumentarmos a largura da nossa aura, certamente conseguiremos esses resultados maravilhosos, na expansão da Obra Divina, através das práticas básicas da fé.

Para concluir, Meishu-Sama orienta:

“Os lares que visito com frequência, infalivelmente, prosperam. Além disso, as pessoas que se relacionam comigo certamente progridem, tornando-se felizes. Isto ocorre, porque elas recebem uma certa influência da minha aura.”

Os senhores gostariam de ser visitados por Meishu-Sama e tornarem-se pessoas que se relacionam com Ele, para assim progredir e serem felizes?

O que é necessário para termos esse merecimento?

Basta colocar em prática na nossa casa e na nossa vida pessoal, o que Meishu-Sama praticava:

– Abrir as portas para receber as pessoas necessitadas e transmitir-lhes Johrei;
– Ao levantar, pela manhã, procurar saber como está o estado de ânimo dos nossos familiares. Se houver um único que não esteja bem, fazer de tudo para melhorar o seu estado de espírito;
– Adornar com flores todos os aposentos da nossa casa;
– Procurar dar alegria às pessoas, principalmente nos momentos mais difíceis da vida;
– Ser bondoso e cortês, odiando o conflito e amando a paz;
– Buscar constantemente eliminar o egoísmo e o apego;
– Apreciar o Belo de alto nível;
– Respeitar as Leis Divinas: Lei do Espírito Precede a Matéria, Lei da Correspondência Espírito-Matéria, Lei da Causa e Efeito, Lei da Ordem e Lei da Harmonia;
– Praticar a Agricultura Natural e alimentação saudável;
– Colocar os próprios interesses em segundo plano, esforçando-se para fazer o próximo feliz, a ponto de se tornar um hobby;
– Ser Daijo, observando as coisas de forma abrangente;
– Renovar-se constantemente, seguindo o exemplo da Natureza;
– Agir com bom-senso;
– Ser humilde;
– Ser pragmático: ler pelo menos 30 minutos de Ensinamentos por dia e colocá-los em prática;
– Agradecer tudo, em qualquer circunstância e jamais lamuriar, por qualquer motivo;
– Agir com Makoto: sinceridade, fé, amor, lealdade, honestidade, fidelidade, cordialidade, verdade, devoção, correção, constância e altruísmo;
– Respeitar rigorosamente os compromissos e ser pontual;
– Não julgar os outros, mas julgar constantemente a si mesmo;
– Não se irritar;
– Não odiar e nem ser odiado;
– Ceder para conquistar;
– Não mentir;
– Ser bom ouvinte;
– Não fazer dívidas passivas e utilizar o dinheiro corretamente;
– Não menosprezar os cálculos;
– Ter espírito de justiça e vencer o seu próprio mal;
– Cultivar o espírito de Izunome: trilhar o caminho do meio, mantendo-se imparcial;
– Libertar-se do Ga (Ego);
– Ser universal;

Além destes, com certeza os senhores acharão, nos Ensinamentos, muitos outros pontos que Meishu-Sama nos ensina e poderemos praticar, conforme a nossa própria necessidade.

Faltam 40 dias para o tão almejado Culto do Paraíso Terrestre, que se realizará aqui na Sede Central no dia 10 de junho, em dois horários: 11h00 e 15h00.

Como está a preparação dos senhores? Já iniciaram o preenchimento do formulário junto com os vossos Ministros?

Caso ainda não o tenham feito, vamos aproveitar os dias que se seguem para uma esmerada preparação, fortalecendo as práticas básicas da fé no lar, na Unidade Religiosa e na sociedade.

Muito obrigado e um bom mês de preparação a todos!

Comentários não disponíveis.