Experiência de Fé – Sede Central – Abril 2016

Experiência de Fé – Emília Machado Leal Guimarães

Experiência de Fé - Abril 2016

“São nos momentos de purificação que nós buscamos Deus.”

O meu nome é Emília Machado Leal Guimarães, sou membro há 16 anos e dedico no Johrei Center do Porto.

Em finais de Junho de 2015, comecei com muitas dores na anca esquerda e fui ao Centro de Saúde, ao médico de família que diagnosticou uma tendinite (uma na dor na coxa que subia para a virilha) e prescreveu a medicação adequada. Entretanto, as dores não diminuíam, até pelo contrário, cada vez piorava mais. Passado um mês, consultei um médico da especialidade de Ortopedia, que me mandou fazer ressonância magnética e radiografia. Constatados os resultados desses exames, fui informada que tinha “morrido” a cabeça do fémur e que tinha de ser operada; que teria a partir desta data de andar com canadianas para me apoiar porque se caísse poderia passar o resto da minha vida numa cadeira de rodas. Disse-me, também, que teria de ser operada rapidamente.

Receosa com o diagnóstico, em Agosto, fui saber opinião de um outro especialista (médico bastante credenciado na especialidade) que me disse que só poderia repetir os exames e fazer a ressonância passados três meses, receitou-me cálcio para tomar e marcou de imediato consulta para finais de Novembro.

Mediante essa situação, decidi espontaneamente não fazer nenhum tipo de tratamento e confiar nos Ensinamentos de Meishu-Sama e receber Johrei todos os dias. Durante três meses, de Agosto a Outubro, vinha todos os dias para a Igreja, receber Johrei, fazer a minha oração e a oferta diária em agradecimento pelo que estava a passar e pela dificuldade em andar. Como não podia vir de carro, vinha nos transportes públicos e dedicava diariamente na Igreja das 15h às 19 horas, na ministração e no recebimento de Johrei e em outras dedicações. Nos primeiros dias custou vir à Igreja porque necessitava da canadiana e tinha dificuldade em subir para o autocarro, mas não desisti. Quando estava em casa ministrava auto-Johrei e agradecia dizendo “OBRIGADA” da orientação “Mecanismo da Salvação” do Reverendíssimo Tetsuo Watanabe. Absorvi esta prática de tal maneira, que nunca mais parei de agradecer. Agradeço qualquer purificação, dor ou má disposição. Tudo, sempre com o “OBRIGADA!”.

Em Novembro, como combinado voltei ao médico o qual ficou extremamente surpreendido pelo facto de eu não ter mais dores. Mandou-me repetir os exames e ao comparar os mesmos, disse-me que a cabeça do fémur estava lá e que a necrose (morte de células na zona da anca) que eu tinha, desapareceu completamente e, neste momento, tinha apenas uma artrose na anca e, como tal, deu-me alta das consultas de ortopedia e alertou-me que, caso voltasse a ter dores, teria de tomar analgésicos, inclusive prescreveu a receita. Nunca precisei de os tomar e, a partir dessa altura, deixei por completo de usar as canadianas e comecei a andar normalmente, sem dor, até hoje.

Aprendi com esta purificação, a não lamuriar, a valorizar o sofrimento dos outros entregando todos esses sofrimentos nas mãos de Deus e de Meishu-Sama, a encarar a purificação com um sorriso e com gratidão e que a prática constante do Johrei está acima de tudo, que purifica o espírito, desde que nos entreguemos de corpo e alma à Obra Divina e que tenhamos confiança e não vacilemos.

Para agradecer este milagre, fiz o meu donativo de gratidão especial, assumi o compromisso de acompanhar duas famílias e de continuar a vir a Igreja todos os dias para ministrar o maior número possível de Johrei, ter sempre uma palavra amiga, estar disponível para falar do poder do Johrei a todas as pessoas, principalmente àquelas que estão a purificar.

Muito obrigada!