Experiência de Fé – Outubro 2020 – Cleilce Azevedo

Experiência de Fé – Cleilce Paula de Azevedo

“Fiquei sem palavras! Nesse instante, senti a enorme felicidade de sermos utilizados por Deus e Meishu-Sama! Não há felicidade maior!”

O meu nome é Cleilce Paula de Azevedo, sou membro há 10 anos e dedico como responsável pela Agricultura Natural do Núcleo de Johrei de Braga.

No dia 5 de Setembro, tive a oportunidade de participar no Seminário Nacional de Preparação para o Culto Anual pelos Antepassados, realizado a partir da Sede Central por videoconferência, com os missionários de todo o país. O Seminário iniciou-se com a orientação do nosso Presidente, Reverendo Carlos Eduardo Luciow, tendo como base, três experiências de fé muito interessantes sobre as Colunas de Salvação: Johrei, Belo e Agricultura Natural.

O Presidente enfatizou que a Luz de Deus e Meishu-Sama, só se manifesta na sua plenitude nas nossas vidas quando a nossa prática de fé das três Colunas de Salvação está forte e equilibrada. Esse foi o mote do Seminário e com objetivo de reflexão sobre a nossa dedicação realizaram-se mesas redondas para estudo pessoal.

Na minha reflexão, pude constatar que me esforço na prática da Agricultura Natural, tenho horta caseira e acompanho as pessoas do Núcleo de Johrei nessa Coluna. No Belo, dedico através das Ikebanas que tenho sempre em casa e Flores de Luz que faço constantemente para o Núcleo de Johrei e para distribuição na rua. No entanto, a prática do Johrei não está a ser muito frequente, pois só dedico às 4ª’s feiras no Núcleo de Johrei e às vezes no meu lar com as minhas netas. No Brasil, tinha um Johrei Center perto de casa e tinha essa possibilidade, mas aqui é diferente. Contudo, assumi o compromisso na mesa redonda diante do Ministro, restantes participantes e acima de tudo perante Deus, Meishu-Sama e os meus Antepassados, que iria de alguma forma esforçar-me em ministrar mais Johrei no dia a dia.

Três dias depois do Seminário, saio de casa e peço a Deus e Meishu-Sama que me utilizem como instrumento para levar a Luz da Salvação através do Johrei, para as pessoas que possa vir a encontrar. Já na rua, verifico que vou por um caminho diferente do habitual e reparo numa mercearia com produtos agrícolas com muito bom aspeto, que não conhecia. Entrei e perguntei se os produtos eram de produção própria. A senhora disse que alguns sim e que os restantes eram de produtores locais. Entretanto, disse-lhes que pertencia a uma religião que praticava a Agricultura Natural e que poderia apoiá-las.

A senhora perguntou: “Qual é essa religião?” Respondi: “É a Igreja Messiânica Mundial!” Ela ficou espantada e disse-me: “Foi Deus e Meishu-Sama que enviou a senhora até mim, pois eu também sou membro da Igreja Messiânica! Sou brasileira, estou em Portugal há um ano e meio e nem sequer sabia que aqui havia a Igreja. Lá no Brasil, já não estava muito ativa, mas, realmente, preciso voltar a dedicar! Muito obrigada por me encontrar!”

Quem ficou mais espantada fui eu! Fiquei sem palavras! Nesse instante, senti a enorme felicidade de sermos utilizados por Deus e Meishu-Sama e pelos nossos Antepassados! O meu pedido foi prontamente atendido, não há felicidade maior!

De seguida, ofereci-lhe logo Johrei e ela prontamente aceitou e fomos para uma sala, ficando mais à vontade. Recebeu Johrei e no final, perguntou-me se ainda tinha tempo para ministrar mais e eu respondi cheia de felicidade: “Claro que sim!” Ela saiu da sala e poucos minutos depois, trazia uma colega de trabalho para receber Johrei pela primeira vez! Fiquei ainda mais feliz! Nem queria acreditar no que estava a acontecer! Quando terminei, essa senhora saiu e passado um minuto, vinha outra colega de trabalho junto com a membro para também receber Johrei! Estava atónita, será que estou a sonhar Meishu-Sama!?

Ela ficou tão feliz por ter encontrado um messiânico, que encaminhou imediatamente as colegas, naturais de Braga. Desde esse dia, para minha felicidade, tenho ido todas as semanas ministrar Johrei nessas pessoas e levo sempre Flores de Luz também. Elas dizem que se têm sentido muito bem, mas, na verdade, elas é que me estão a ajudar a sentir mais feliz e realizada e a cumprir o objetivo a que me propus no Seminário, de dedicar com intensidade e equilíbrio nas três Colunas de Salvação, como preparação para o Culto Anual pela Salvação dos Antepassados!

Pude comprovar através desta experiência, a importância que tem o Seminário Nacional e a preparação que devemos fazer para esse Culto tão especial pelos nossos Antepassados. Quando temos um firme objetivo de querer melhorar a nossa dedicação, de sermos instrumentos mais efetivos de Deus e Meishu-Sama na Obra Divina, os caminhos abrem-se naturalmente!

Realizei um donativo especial como agradecimento pela oportunidade de dedicação que tive graças a Deus e Meishu-Sama!

O meu objetivo é dar continuidade ao acompanhamento dessas pessoas, para que elas ganhem também permissão de dedicarem na Obra Divina e sintam a enorme felicidade e orgulho que eu sinto de ser utilizada como instrumento de Meishu-Sama!

Muito obrigada a todos!

Comentários não disponíveis.