Experiência de Fé – Maio 2019

Experiência de Fé – Luísa Cristina Magalhães Ribeiro

“O que pude sentir através desta experiência é que gratidão gera mesmo gratidão, como Meishu-Sama nos ensina!”

Experiência de Fé - Maio 2019

Chamo-me Luísa Cristina Magalhães Ribeiro, sou membro há 3 anos e dedico no Núcleo de Johrei de Amarante e Lixa.

No sábado dia 13 de abril passado, o meu filho chegou a casa do trabalho, completamente transtornado e desiludido com um colega. Perguntei-lhe o que se tinha passado e ele respondeu: “Um colega meu partiu-me os óculos e o telemóvel! Ele não anda bem da cabeça!” No final o colega ainda lhe disse: “Tu não precisas disso para nada!”.

Eu fiquei em estado de choque, muito aflita com o que tinha acontecido com o meu filho, porque ele tem um problema sério de vista desde nascença, sempre precisou de usar óculos e não consegue ver praticamente nada sem eles.

Alguns minutos depois, com o coração apertado, olhei para a Imagem Consagrada de Meishu-Sama que está na minha sala e senti vontade de fazer oração e agradecer com donativo de gratidão a Deus e Meishu-Sama por esta situação difícil que tinha ocorrido.

O meu filho deu conta que fiz oração e pronunciei algumas palavras de agradecimento a Meishu-Sama. Esperou que eu terminasse e disse-me muito espantado: “Oh mãe! Acabei de te explicar o que aconteceu e tu vais agradecer?! Também tu não estás bem da cabeça!” Na hora fiquei sem palavras…

Na segunda-feira, sem os óculos e ainda por cima com muitas dores de cabeça, o meu filho não foi trabalhar. Aproveitei a oportunidade de ele ter ficado em casa e ministrei-lhe Johrei.

Da parte da tarde, fomos a uma ótica encomendar outros óculos. Eu sei por experiência, que, por serem uns óculos especiais, são sempre caros, o que se confirmou mais uma vez, 300€! Fiquei preocupada porque o meu filho trabalha nem há um mês, e claro, não teve ainda qualquer vencimento e eu tinha acabado de ficar sem emprego há duas semanas atrás.

Na terça-feira, ele quis ir trabalhar, mesmo sem ver praticamente nada, mas insistia que queria ir. Eu, entretanto, segui para uma Vivência da Flor de Meishu-Sama, em casa de uma membro em Vila Meã (freguesia de Amarante). Quando estávamos a fazer a oração do início da dedicação, no momento da pausa silenciosa, pedi a Deus e a Meishu-Sama uma resolução para o meu problema. Eu continuava muito preocupada, porque não tinha condição, no momento, de pagar os 300 euros dos novos óculos. Toda a dedicação que fiz na vivência, foi em intenção de levar a Luz de Meishu-Sama ao meu filho e ao seu colega de trabalho.

À noite, um dos patrões do meu filho, ligou-me a perguntar se podia passar à porta da minha casa, que precisava de falar comigo. Vinha com ele o colega do meu filho e este disse que queria pedir-lhe perdão pelo que fizera. Por seu lado, o patrão disse-me que se responsabilizava pelo pagamento dos novos óculos! Eu nem quis acreditar! Fiquei com lágrimas nos olhos e agradeci muito ao patrão do meu filho!

Entrei em casa e imediatamente materializei a minha gratidão por ter sido ouvida por Deus e Meishu-Sama! Fiquei tão feliz e aliviada!

No dia seguinte, quarta-feira, a ótica enviou-me uma mensagem a dizer que os óculos estavam prontos! Fiquei admirada! Como óculos especiais que são, costumam demorar mais de uma semana e, desta vez, em menos de três dias ficaram prontos! Liguei de imediato ao patrão do meu filho, que veio ao meu encontro e entregou-me o dinheiro.

No dia seguinte, quinta-feira, de manhã cedo, para minha surpresa, bate na porta da minha casa, o colega de meu filho. Tinha vindo novamente pedir desculpa e oferecer-lhe um telemóvel novo na caixa, exatamente igual ao que ele tinha! Nem queríamos acreditar! Que semana louca, todos os dias acontecia uma graça!

Entretanto, mais ou menos 15 dias depois, na passada quarta-feira, dia 1 de maio, fui a uma entrevista de emprego e já vou começar a trabalhar na segunda-feira, dia 6 de maio! Mais outra bênção de Meishu-Sama! Incrível tudo o que aconteceu este mês! Estou extremamente feliz!

O que pude realmente sentir através desta experiência é que “gratidão gera mesmo gratidão”, como Meishu-Sama nos ensina! Quando estamos no caminho da Fé, Deus e Meishu-Sama atuam, basta acreditar e esperar.

Agradeço a Deus e a Meishu-Sama pelo milagre concedido ao meu filho e pela oportunidade de aprofundar a minha Fé, e às pessoas do Núcleo de Johrei de Amarante e Lixa por todo o apoio.

Muito obrigada!

Comentários não disponíveis.