Experiência de Fé – Junho 2020 – Luísa Urbano

Experiência de Fé – Luísa Maria Cardoso Gomes Segurado Urbano

“Como o espírito precede a matéria, corrigindo o meu Sonen, bastou partir para a ação, para desbloquear situações que me incomodavam!”

Chamo-me Luísa Maria Cardoso Gomes Segurado Urbano, sou membro desde 2009 e dedico no Johrei Center de Lisboa.

Tenho um filho de 41 anos que trabalha numa empresa há 8 anos. No momento, encontra-se inserido num projeto que ao término deste, encerraria o contrato com essa empresa. Sendo assim, dentro dessas perspetivas, muito provavelmente, no final do mês de maio, o meu filho deixaria de ter trabalho.
Essa situação causava-me uma certa preocupação, ainda para mais agora com as consequências da pandemia, onde existe uma forte tendência para que muitas empresas encerrem as suas atividades. Com o tempo, passei a entregar a minha preocupação com a sua situação financeira e profissional a Deus e Meishu-Sama e embora pensasse nisso de vez em quando, já não me sentia tão preocupada.

Durante o Seminário Nacional de Preparação para o Culto do Paraíso Terrestre, realizado no mês de maio, propus-me, além de outros objetivos, a iniciar a Horta Caseira (em vasos) no meu lar, já com o Sonen de expandir para um dos terraços do apartamento do meu filho. Nessa altura, falei com ele de uma forma muito superficial, mas dizendo que gostava que fosse através do método da Agricultura Natural preconizada por Meishu-Sama. Comecei a enxergar isto como uma ótima oportunidade para que o meu filho, de alguma forma, pudesse estar inserido no trabalho da Construção do Paraíso Terrestre. Mas tudo acabou por ficar apenas apalavrado.

Com o fim da quarentena e ao entrarmos na 2ª fase do desconfinamento, finalmente consegui ir à Igreja. Ao falar com o Ministro, este perguntou-me logo como estava o meu compromisso sobre a Horta Caseira. Disse que ainda não tinha feito nada porque estava a ter dificuldades. O Ministro retrucou para não cair em justificativas e que precisava, o quanto antes, de partir imediatamente para a ação. Assim, comecei a corrigir o meu Sonen e ao sair da Igreja, juntamente com o meu marido, fomos diretos ao supermercado. Já na entrada do estabelecimento, avistei logo mudas de ervas aromáticas que pretendia adquirir. Comprei-as e comecei a dar os primeiros passos para concretizar o meu objetivo. Fiquei muito entusiasmada!

No mesmo dia, ao final da tarde, estava com o meu marido a caminhar num parque, quando o nosso filho nos informa que ao término do trabalho iria ter connosco. Disse-nos que tinha estado a falar com o diretor da empresa e que para sua surpresa, este lhe garantiu a sua continuidade no projeto. Devido à especificidade do trabalho, só ele continuaria na empresa para concluir o projeto, em teletrabalho, o que lhe permitirá não ter gastos de transportes e parqueamento. E mais: quando terminar, partirá já para um novo projeto! Realmente, excecional! Estávamos diante de algo misterioso! De seguida, falámos sobre a Horta Caseira e ele disse-me que queria ter uma floreira grande para semear outras coisas que fazem arbusto. Estava muito entusiasmado com o que queria semear e já tinha pesquisado como fazer para ter alhos e alface.

Com esta situação, pude vivenciar a força que há no ato da materialização. Como o espírito precede a matéria, corrigindo o meu Sonen, bastou partir para a ação, para desbloquear situações que me incomodavam. Ao começar com a Coluna da Agricultura Natural, tudo aconteceu rapidamente. Aprendi ainda mais, que temos de fazer a nossa parte se queremos a ajuda de Deus e Meishu-Sama.

Assim que cheguei a casa, fui agradecer diante da Imagem Consagrada de Meishu-Sama, assumindo o compromisso de materializar a minha gratidão, através de um donativo especial e da confecção de Flores de Luz para serem distribuídas na minha zona de residência.

Agradeço ao Supremo Deus, ao Messias Meishu-Sama e ao Ministro que me acompanhou para a obtenção desta maravilhosa experiência!

Muito obrigada!

Comentários não disponíveis.