Experiência de Fé – Fevereiro 2017

Experiência de Fé – Luísa Maria Gomes Guedes Teixeira

“Sempre que consigo trazer alguém para a Igreja, é como se fosse a primeira pessoa, pois sinto uma felicidade e alegria imensa!”

Chamo-me Luísa Maria Gomes Guedes Teixeira, sou membro há 31 anos, e dedico no Johrei Center do Porto.

Em meados de janeiro, enquanto estava com a minha mãe num café que habitualmente frequentamos, aproximou-se de nós um senhor a vender a revista “Cais” (revista criada por uma associação do mesmo nome, cuja venda é feita por pessoas em situação de/ou risco de carência económica e social). Como a minha mãe já tinha adquirido a revista noutro dia, não compramos; mas a partir dai, esse senhor começou a falar-nos sobre seus problemas: financeiros, solidão e doença. Fiquei muito comovida com a sua situação e intuitivamente convidei-o para conhecer o Johrei.

Simplesmente disse que era algo bom para ele e que se sentiria mais feliz. Como ele não tinha dinheiro para o transporte público, acompanhei-o até ao Johrei Center, pagando-lhe o bilhete.

Chegando à Igreja ministrei-lhe Johrei e depois apresentei-o ao Ministro que lhe deu grande atenção e também lhe ministrou Johrei.

Estivemos na Igreja cerca de 60 minutos e no regresso a casa também lhe paguei o bilhete de metro. Despedimo-nos e enquanto eu fui para casa, o senhor foi tentar vender mais revistas, na rotunda da Boavista.

No dia seguinte, pela manhã, ao ir para o trabalho, cruzo-me com o senhor na rua, todo feliz! Dirigindo-se até mim para agradecer, por tê-lo levado à Igreja. Disse-me que, depois de nos despedirmos, vendeu 10 revistas em 20 minutos, e com esse dinheiro pode comprar comida. Por muitas vezes, nem durante um dia inteiro, conseguia vender tantas revistas. Fiquei tão feliz, que me vieram lágrimas aos olhos e me emocionei de gratidão pela atuação de Deus e de Meishu-Sama na vida dele. A única coisa que fiz foi entregar a Deus o desejo de fazê-lo feliz. O resultado foi o que acabei de relatar. Alguns dias depois, veio novamente na Igreja e disse-me que também passou a dormir melhor!

Não é a primeira pessoa que eu encaminho para a Igreja, mas sempre que consigo trazer alguém, é como se fosse a primeira pessoa, pois sinto uma felicidade e alegria imensa! Fui orientada, que essa alegria que sinto é a alegria de Deus e isso me deixa mais feliz ainda!

Meu compromisso é continuar a acompanhar esse senhor até ele se tornar também um pioneiro da salvação na vida de outras pessoas.

Muito obrigada!

Comentários não disponíveis.