Experiência de Fé – Culto do Natalício de Meishu-Sama 2018

Experiência de Fé – Cristina do Socorro Pinto Maia

“Sei que tenho muito que aprender e dedicar, pois sinto que a minha missão só agora começou!”

Experiência de Fé - Culto do Natalício de Meishu-Sama 2018

Chamo-me Cristina do Socorro Pinto Maia e dedico no Núcleo de Johrei de Braga.

No ano de 2010 fiquei viúva e tive a necessidade de voltar ao mercado de trabalho após 20 anos afastada. O ano de 2011 foi de intensa busca por um emprego, envio de muitos currículos e entrevistas efetuadas, mas sem alcançar um resultado positivo.

Em 2012, continuei em busca de trabalho e numa das minhas caminhadas, entro num prédio que achava ser, de uma das empresas nas quais tinha que deixar o meu currículo. Sou recebida por uma senhora e pergunto para ela: “É para si que posso entregar o meu currículo?” Ela respondeu: “Currículo?! Não! Aqui é a Igreja Messiânica, mas quero convidá-la para receber Johrei!”

Lembrei-me na hora que, quando eu era criança, a minha mãe frequentava a Igreja e levava-me também. Entretanto, essa senhora levou-me para a nave e recebi cerca de 2 horas de Johrei. Não voltei mais, mas o certo é que 15 dias depois, recebi a primeira graça, comecei a trabalhar numa clínica odontológica onde permaneci por 5 anos!

Após começar a trabalhar, ingressei também na faculdade e tornei-me amiga de uma colega de curso que era messiânica. Ela incentivou-me muito a dedicar, mas, naquela altura, praticamente, só participava nos Cultos Especiais.

Em 2017, decidi vir morar para Portugal com os meus filhos, mas aqui, não foi diferente; cheguei a trabalhar em alguns lugares, onde ficava no máximo dois meses e dispensavam-me por algum motivo.

Entretanto, em janeiro de 2018, a minha amiga da faculdade, telefonou-me e perguntou se estava tudo bem. Eu respondi que sim, mas comentei sobre a dificuldade de ter um trabalho fixo. Imediatamente, ela passou-me o contato do Núcleo de Johrei de Braga, onde fui muito bem recebida.

Passei a receber Johrei com assiduidade, fui convidada a participar dos Cultos e a materializar a minha gratidão. Pouco tempo depois, já estava empregada na cidade de Braga! Estou neste mesmo trabalho há quase um ano!

Muito feliz, dei início à minha preparação, para em junho de 2018 receber o Ohikari! Desde então, tudo melhorou ainda mais na minha vida. Vi a minha situação financeira ficar equilibrada, os conflitos na família acabaram, a saúde está controlada e temos sempre forças para enfrentar os obstáculos diários, pois sinto que, quando temos Fé em Meishu-Sama, encaramos as purificações da vida com uma visão diferente.

Gosto de estar presente nos encontros no Núcleo de Johrei; procuro ter como exemplo as Experiências de Fé relatadas e tenho muita atenção às palavras do Ministro. Estudo diariamente os Ensinamentos de Meishu-Sama e sei que tenho muito que aprender e dedicar, pois sinto que a minha missão só começou agora.

Faço Ikebanas semanais no trabalho, em casa e sempre ofereço as Flores de Luz aos membros da minha família e às pessoas mais próximas. Faço também horta caseira.

Todos os meses, faço duas horas e meia de viagem de autocarro, de Braga para a Sede Central na 6ªfeira, pernoito nos alojamentos e participo nas dedicações de preparação para o Culto Mensal. No sábado à noite regresso a Braga, porque tenho que trabalhar obrigatoriamente no domingo, o que me impede de participar na cerimónia. Devo salientar que, mesmo para ir na 6ªfeira e sábado, nas vésperas do Culto da Sede, faço troca de turnos com meus colegas para poder ir dedicar.

Aprendi a agradecer a Deus e a Meishu-Sama por tudo, quer seja bom ou ruim, pois agora entendo que é para o meu crescimento espiritual. Sinto que quanto mais amor coloco nas minhas dedicações, mais os milagres acontecem na minha vida.

Quero continuar a servir a Deus e a Meishu-Sama e fazer minha parte em ajudar o próximo, os antepassados e contribuir na construção do Paraíso na Terra.

Muito obrigada!

Comentários não disponíveis.