Ensinamento do Mês – Julho 2017

ENSINAMENTO DE MEISHU-SAMA

CARACTERÍSTICAS DA SALVAÇÃO PELA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL

A missão da nossa Igreja é salvar as pessoas que estão a sofrer no Inferno, conduzindo-as ao Paraíso e, por meio disso, fazer surgir uma sociedade paradisíaca. Para salvar o próximo, o ser humano precisa primeiramente elevar-se ao Paraíso e tornar-se seu habitante. Assim, ele poderá conduzir o próximo ao Paraíso e salvá-lo. Ou seja, colocar uma escada do Paraíso até ao Inferno, estender as mãos para ajudá-lo a subir, degrau por degrau. É nesse ponto que a nossa religião difere de todas as religiões até hoje, sendo antes, o seu oposto.

Como todos sabem, desde a antiguidade, os religiosos vêm contentando-se com o mínimo necessário à sua subsistência e entregando-se a práticas ascéticas. Uma vez que se colocam numa posição infernal para salvar o próximo, usam a escada em sentido contrário, isto é, empurram os necessitados de baixo para cima, ao invés de puxá-los do alto; é fácil calcular o duplo esforço exigido. Entretanto, não havia alternativa, visto que o paraíso ainda não estava pronto. Isto ocorria devido à prematuridade do tempo, ou seja, o Mundo Espiritual ainda se encontrava na Era da Noite.

Contudo, a partir de 1931, o Mundo Espiritual vem-se transformando, gradualmente, em dia, tornando a construção do Paraíso mais fácil. Todavia não é o ser humano que o constrói: é Deus. Por conseguinte, a obra progride à mercê do tempo, ao ser humano basta agir de acordo com a Vontade Divina. Em outras palavras, Deus traça o plano, coordena e utiliza livremente um grande número de pessoas. (…)

Este artigo tem como objetivo ajudar os leitores a compreender que não é o ser humano que realiza, que ele é levado a fazer tudo de acordo com o Plano de Deus. Pelos factos relatados, fica bem claro que a Vontade de Deus é construir um modelo como passo inicial da construção do Paraíso Terrestre. Contudo, isso não é o bastante. É preciso que cada indivíduo se torne um habitante do Paraíso, e agora é chegado o momento em que isso é possível. Naturalmente, o lar também se tornará Paraíso, e todos virão a ter uma vida paradisíaca. Somente assim poderemos puxar as pessoas do Inferno e trazê-las à salvação.

Eis a razão porque aconselho os fiéis a criar, o máximo possível, um ambiente sem sofrimentos ao seu redor, pois isto está de acordo com a Vontade de Deus. Enquanto não se conseguirem eliminar os três infortúnios ― doença, pobreza e conflito ― não se poderá salvar outras pessoas verdadeiramente. É preciso saber que isso não era possível durante a Era da Noite, mas hoje já o é. Terminou a época de sofrimentos a que o Buda Sakyamuni se referiu. Se as pessoas compreendem esta verdade, sentir-se-ão tomadas por uma alegria infinita, jamais vivenciada pela humanidade.

5 de outubro de 1949

Comentários não disponíveis.