Ensinamento do Mês – Fevereiro 2017

ENSINAMENTO DE MEISHU-SAMA

A RESPEITO DA INTENSIFICAÇÃO DA PURIFICAÇÃO

Como tenho falado todos os anos sobre o Setsubun* pouco adiantaria, a esta altura, falar a respeito mas seja como for, da parte de Deus, é um dia muito importante. Especialmente, a cada ano que passa, o Setsubun vai assumindo maior importância. Não posso aprofundar-me muito, mas o que fica evidente para todos é que, em suma, a purificação se tornará intensa; tornar-se-á forte. Isso acontece no Setsubun e no dia 15 de junho; nessas datas é que a purificação fica mais severa. Só que existe uma diferença entre o Setsubun e o dia 15 de junho. Nesta última o Mundo Espiritual fica mais claro; pois o elemento fogo aumenta. Já o Setsubun não é assim, a atuação de Deus começa a mudar. No Setsubun é feito o ajuste de contas dos pecados e impurezas do Mundo da Noite e por ocasião do dia 15 de junho, o Mundo Espiritual fica mais claro. Isso vai ficando cada vez mais intenso.

Ultimamente, a purificação começou a ficar muito forte. Entre os membros, muitos estão com grande purificação e todos já sabem. Até os que ingressaram na Fé há mais tempo, têm recebido purificação bem intensa. Quem tem fé sólida, consegue ultrapassar qualquer purificação, por mais rigorosa que ela seja, mas aquele que está um pouco vacilante, pode ser um tanto perigoso. Apesar de que, no final, será salvo.

Por isso, no final das próximas entrevistas, vou ministrar Johrei Coletivo em todos, por cinco ou dez minutos, isto porque não podemos deixar que as atividades sofram influência por causa da purificação. Vou ministrar-lhes para que, na medida do possível, isso não aconteça.

Mioshie-Shu nº. 7
5 de fevereiro de 1952


*Setsubun: Véspera do início da primavera (Rishun) e do Ano Novo do tradicional calendário lunissolar do Extremo Oriente.

Rishun: Literalmente, significa “início da primavera”. Segundo o calendário lunissolar do Extremo Oriente, é a primeira das 24 estações do ano. No Japão, convencionou-se que seu início é no dia 4 de fevereiro, data em que se costumava comemorar também a chegada do Ano Novo (na China, comemora-se até hoje). A origem do nome talvez se dê ao facto de que as primeiras flores da ameixeira florescem nessa época, apesar de ainda prevalecer o frio rigoroso.

Comentários não disponíveis.