Culto Mensal de Agradecimento – Sede Central – Setembro 2015

PALESTRA DO PRESIDENTE DA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL DE PORTUGAL

MIN. CARLOS EDUARDO LUCIOW

SETEMBRO 2015

Bom dia a todos!
(Bom dia!)

Os senhores estão a passar bem?
(Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama!)

Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama!

Gostaria de, em nome de Deus e Meishu-Sama, agradecer do fundo do meu coração, a todos os senhores, pela vossa sincera dedicação, que nos permite expandir a Obra de Salvação de Deus e Meishu-Sama, aqui em Portugal. Muito obrigado!

Quem está aqui, hoje, pela primeira vez, pode levantar a mão? Sejam muito bem-vindos! (Palmas) Os senhores estão vindo pela primeira vez num dia muito importante para nós, que é o Culto Mensal de Agradecimento. Os convido para, após a palestra, se encontrarem com o Min. João Lima, que vos dará maiores explicações sobre a nossa Igreja. Obrigado!

Estamos também a receber membros de outras localidades: Vila Real, Amarante, Porto, Gaia, Coimbra, Cartaxo, Torres Novas, Santarém, Almeirim, Amadora, Sintra, Cascais, Oeiras, Margem Sul, S. Brás de Alportel, Olhão, Salvador do Brasil e logicamente Lisboa. Sejam todos muito bem vindos! (Palmas)

Como é que foram as férias? Boas? (Sim) Conseguiram descansar um pouco? (Sim) Dedicaram também ou só descansaram? Também dedicaram, não é? (Sim)

Mês passado, fizemos uma caravana para o Solo Sagrado do Brasil, com 27 membros de Portugal, Espanha, Itália e Suíça. Como sempre, foi uma viagem maravilhosa, com muitas experiências. Seja no Solo Sagrado de Guarapiranga, na nossa visita à Korin Agropecuária – Centro de Pesquisas em Ipeúna e também na Igreja de Campinas. Trouxe do Brasil, abraços para os senhores, seja do Presidente da IMMB, Rev. Hidenari Hayashi, do Vice-Presidente, o nosso querido ex-Presidente da IMMP, Rev. Marco Resende Miyamichi, do Rev. Dario Mota, que é o atual responsável daquela Região do interior de São Paulo, que também já foi Presidente da IMMP. Todos eles mandaram um forte abraço para os senhores e, de lá, estão rezando pela felicidade de todos (Obrigado!). Também o Min. Cláudio, Presidente da IMMA, que estava acompanhando uma caravana, representando os nossos irmãos africanos, mandou um forte abraço a todos. (Palmas) Está aqui presente alguém que esteve nesta caravana? Poderiam dizer algumas palavras, por favor? Contar o que sentiram? Eu gosto de apanhar as pessoas de surpresa porque assim elas falam com o coração! (Risos)

(Muitos caravanistas presentes se levantaram e, com emoção, fizeram um breve relato de algumas experiências vividas. Despertaram em todos um forte desejo de participarem das próximas caravanas. Esses relatos estão na última página do nosso boletim.)

Obrigado a todos!

Não sei os senhores mas, apesar de ter convivido com eles estas experiências, ao ouvi-las novamente emocionei-me. Acho que a emoção é uma coisa importante na fé; porque quando fazemos as coisas com emoção e sentimento, colocamos amor e quando colocamos amor, Deus e Meishu-Sama manifestam-se. O mais importante em tudo aquilo que fazemos, seja a prática do Johrei, a dedicação, etc, é o amor e a emoção. Vibrando o coração aquece. Quando o coração está “quente”, Deus e Meishu-Sama manifestam-se. Com o coração gelado pelo racionalismo materialista, manifesta-se somente o nosso ego.

No ano que vem, por ocasião do Culto pela Salvação dos Antepassados, vamos realizar uma caravana aos Solos Sagrados do Japão (Atami, Hakone e Quioto) e já foi aprovada a nossa visita, também, ao Solo Sagrado de Saraburi. (Palmas) Na ida, só faremos escala e, na volta, ficaremos 4 ou 5 dias na Tailândia. Sei que muitas das pessoas aqui presentes gostariam de ter ido ao Brasil este ano mas, infelizmente por algum motivo, não conseguiram ir, portanto, desde já, comecem a criar o objetivo e a fazer o Sonen correto para o ano que vem. Não é uma viagem de turismo, de passeio, mas sim uma viagem puramente espiritual e o Mundo Espiritual vai-se manifestar através do nosso sincero desejo.

Hoje, ouvimos duas experiências de fé maravilhosas, que falam da Limpeza Espiritual. Todos nós, desde sempre, sabíamos e praticávamos a Limpeza Espiritual na Igreja, inclusive muitos membros já receberam graças através dessa dedicação. Não é verdade? (Sim) Quem aqui é que já teve experiência com Limpeza Espiritual na Igreja, pode levantar a mão? Muitas pessoas… No início de 2014, o nosso ex-Presidente Rev. Marco Resende Miyamichi, nos orientou sobre a Limpeza Espiritual na sociedade, limpando praças, ruas e também casas. Ele, em primeiro lugar, deu o exemplo visitando as casas de muitos membros, missionários e até ministros para fazer Limpeza Espiritual. Muitas pessoas começaram a receber graças através dessa prática e obedientemente os Núcleos e os Johrei Center continuam a fazer até hoje. Graças a essa prática, tivemos estes dois maravilhosos resultados, seja da prática de Limpeza Espiritual na rua, seja da prática de Limpeza Espiritual no prédio onde morava.

Por que devemos limpar as ruas e as praças públicas? Normalmente pensa-se que é um dever da Câmara Municipal fazer isso, não é assim? (Sim) Por que tenho que limpar se já pago os impostos? A Câmara que faça a limpeza pública! Por que tenho que limpar o prédio onde eu moro? Isso não é responsabilidade minha! Normalmente pensamos que quem faz esse tipo de trabalho, é pessoa muito humilde, sem qualificação e ninguém, socialmente, quer parecer daquele nível. As pessoas gostam de se mostrar importantes e ficam com vergonha pensando o que vão dizer de eu estar a fazer isso! Existe quem não pense assim, mas a grande maioria das pessoas materialistas pensa desta forma. Há até pessoas que trabalham fazendo limpezas e quando lhes perguntam o que fazem na vida, elas dizem que são secretárias ou outra coisa, porque têm vergonha de dizer a verdade. Acreditam que serão vistas com inferioridade por parte das pessoas materialistas.

Por que que dá resultado a dedicação de Limpeza Espiritual?

Todas as práticas da Igreja Messiânica, têm o objetivo de purificar!

O que é o Johrei?

Nós falamos “Johrei”, em japonês, mas o que quer dizer Johrei? (Purificação Espiritual) Purificação Espiritual, muito bem! Nós dizemos para a pessoa: “Vem cá que vou-te transmitir um Johrei” e com certeza a pessoa não entende o significado daquela palavra, mas um japonês falando para outro japonês, ele ouve: “Vem cá que vou-te transmitir uma Purificação Espiritual”. Nós, ao falarmos a palavra “Johrei”, na língua original, muitas vezes não pensamos no seu significado, que é “Purificação Espiritual”. O ato de transmitir Johrei é para purificar espiritualmente a pessoa. Nós dizemos: “Vamos pedir permissão para receber Johrei”, não dizemos? (Sim) Mas em japonês é: “Vamos pedir permissão para receber Purificação Espiritual”. Ou seja, na palavra está implícito o conceito fundamental, porque o objetivo do Johrei é purificar espiritualmente. “Ah, isso, eu já sabia!” Já sabia, mas sempre que transmite Johrei está consciente de que está a purificar? (Não)

O que é purificar? É deixar puro ou eliminar as impurezas!

Qual a missão da Agricultura Natural? A purificação do solo!

Por que a Agricultura Natural faz bem através da Alimentação Natural? Porque o alimento puro, purifica o organismo.

Qual a missão do Belo? Purificar o sentimento!

Qual o objetivo da oração? Purificar a atmosfera espiritual e o espírito de quem reza.

A Prática do Sonen é a limpeza do quê? Dos nossos pensamentos, palavras e ações!

O que é o donativo de gratidão? A purificação dos bens materiais! Existem pessoas que quando fazem donativo pensam que estão a dar dinheiro para a Igreja. Pensa assim: “O dinheiro saiu do meu bolso e entrou na conta da Igreja. Então deixou de ser meu e passou a ser da Igreja”. Não! Quando a pessoa faz donativo, o dinheiro sai do seu bolso e vai para a sua conta no Banco de Deus, que vai utilizá-lo para fazer as pessoas felizes. O dinheiro continua a ser seu, só que ele sai da sua conta material e entra na sua conta espiritual, multiplicado por dez vezes, ficando à sua disposição para o dia em que precisar, conforme nos ensina Meishu-Sama. Esse é o verdadeiro significado do donativo: entregar a Deus para Ele utilizar na Obra Divina, financiando atividades de salvação das pessoas, que sentindo-se felizes, sentirão gratidão e essa gratidão se transformará em Luz que purificará e elevará o espírito de quem patrocinou àquelas atividades. Graças a gratidão das pessoas que serão salvas, retorna a si e aos seus descendentes, em forma de prosperidade. Não existe um investimento material que lhe dê um rendimento maior! Os donativos devem ser feitos com gratidão, amor e desinteressadamente. Está errado pensar: “Vou dar dez para ganhar cem!” (Risos)

Sobre o donativo, Meishu-Sama no Ensinamento “O pecado e a doença”, conta o caso do Sr. Yamamoto Tyogoro, mais conhecido como Shimizu no Jirotyo, que um dia encontrou um sacerdote budista, de alta categoria, o qual lhe disse: “Sua face está marcada pelo estigma da morte. Será difícil o senhor viver mais de um ano!” Ele resignado, doou todos os seus bens e dedicou-se à vida religiosa num mosteiro. Passaram-se dois anos, mas nada de extraordinário aconteceu. Ele estava muito zangado e tendo casualmente encontrado o mesmo sacerdote, pensou em repreendê-lo severamente. Porém, foi o religioso quem falou em primeiro lugar: “Que coisa estranha… O estigma da morte que havia em sua face, quando eu o encontrei naquele dia, desapareceu completamente. Deve haver alguma razão profunda para isso”. Então Jirotyo contou o que fizera, ao que o sacerdote disse: “O ato de caridade que o senhor praticou transformou a sua morte em vida”.

Esta estória verídica é uma prova de como realmente a prática do donativo e de virtudes pode mudar o nosso destino! Isso está escrito no Ensinamento. Os senhores já leram? (Sim)

Ao ouvir a experiência da senhora Maria Celeste, que estava a viver aquela situação difícil e desagradável com a netinha, posso imaginar o seu sofrimento. Qualquer um sofre de ver um descendente com problemas, não é? (Sim) Mas qual é a nossa tendência materialista? Querer resolver o problema no descendente: pegar a criança e levar num psicólogo, para fazer terapia por que deve estar com algum trauma, a pessoa materialista quer sempre resolver o efeito e não a causa do problema. Ela, sem pesar, graças à insistência de uma amiga… Está aqui a amiga que insistiu? Quem é? Obrigado! Uma salva de palmas para a senhora, D. Emília. (Palmas) Há vezes em que não se pode insistir, mas há vezes em que precisamos insistir, com amor, não é verdade? (Sim) Quando a senhora estava a fazer a limpeza, lá na rua, a senhora fez com o objetivo de resolver o problema da netinha ou não pensou no problema? (Não pensei! Já estava habituada ao problema.) Não pensou, certo? (sim) Não fez com objetivo de resolver. (Não) Ou seja, não dedicou com apego no problema, não fez com interesse. (Não) Isso é um ponto muito importante! Eu desconfiava, mas estou a confirmar com a senhora. Digo isto porque a dedicação com interesse não dá o resultado desejado. Dedicou desapegadamente, desinteressadamente e assim purificou o Mundo Espiritual da família. Limpou uma rua, distante, e purificou a atmosfera espiritual da sua casa. A purificação, através da Limpeza Espiritual, muda a atmosfera espiritual de qualquer um.

No caso do senhor Joaquim, também! Imaginem morar num prédio velho, sujo, com plantas velhas, secas e vizinhos antipáticos. Pior não pode ser, não é? (Risos) Neste caso, o que pensa uma pessoa materialista? “Assim que eu puder vou mudar de casa”, “Assim que eu puder vou morar num lugar melhor”. Não é assim? Então, muda de casa e chega a um outro prédio onde existe um outro tipo de problema. Onde é que está a causa do problema? Nos prédios ou no espírito da pessoa? Isso também acontece com o trabalho. Tem um problema com o chefe, com um colega e muda de trabalho. Muda de trabalho e acaba tendo outro tipo de problema. No relacionamento sentimental não é diferente! Está com um problema com o marido ou com a mulher e troca de marido ou de mulher. Aí o novo não tem “aquele” problema, mas tem “outro” problema, não é assim? (Sim)

Existem pessoas que passam a vida a querer mudar o inferno em que vivem e não a sair do inferno. O inferno não existe para querer mudá-lo. Existe para sair dele! E quando é que nós saímos do inferno? Quando nós purificamos a atmosfera espiritual e elevamos o nosso espírito, fazendo os outros felizes!

A senhora Maria Celeste foi limpar a rua para que as pessoas que ali caminhassem se sentissem felizes. O senhor Joaquim passou a limpar o seu prédio para que os moradores do seu prédio ficassem felizes. A dedicação desinteressada para fazer alguém feliz na rua, mudou o problema familiar dela com a netinha que via coisas ruins, feias, bichos e monstros dentro da sala da sua casa e ele mudou a atmosfera do prédio e os vizinhos, de antipáticos, passaram a ser simpáticos. Através de uma “simples” dedicação de limpeza, pegar na vassoura e varrer, pegar num pano e limpar. Com qual sentimento? Esse é que é o ponto vital. Ele não foi fazer limpeza material no prédio mas foi fazer Limpeza Espiritual, que é limpar com amor e gratidão a Deus e Meishu-Sama, para desejar a felicidade de alguém. Sobre isso, Meishu-Sama, também no mesmo Ensinamento: “O pecado e a doença”, conta como exemplo, uma estória ocorrida na época em que Ele estava pesquisando a religião Tenri-Kyo: um rapaz que sofria de tuberculose pulmonar e fora desenganado, ingressou na referida religião. Pensando na prática de uma boa ação, decidiu fazer a limpeza do escarro expetorado por outras pessoas nos passeios da cidade. Decorridos três anos, durante os quais fez isso todos os dias, o rapaz estava completamente recuperado; a doença tinha desaparecido sem deixar o menor vestígio. Portanto, através deste exemplo, Meishu-Sama já nos orientou sobre a Limpeza Espiritual nas ruas e praças públicas. Digo isto porque, às vezes, os membros podem pensar que, quando ouvem uma nova diretriz, uma nova orientação, que nunca tinha ouvido antes, dizem “Já vem aquele reverendo ou ministro com uma nova moda. Agora estão a inventar coisas”. Mas existem pessoas que são obedientes, mesmo não entendendo, praticam e assim tem resultado. Mas hoje temos aqui duas grandes, belas experiências. Fiz questão de, no Culto de hoje, colocar as duas. Não é normal ter duas, sempre é uma, não é? (Sim) Fiz questão de colocar duas para demonstrar que o resultado realmente não foi por acaso! Ou faz no seu prédio ou na rua, onde quer que faça, vai dar resultado! É uma prática que, em muitos lugares, têm tido grande resultado. Na fé o mais difícil é a obediência. A nossa tendência é sempre colocar o nosso ego, a nossa vontade e o nosso inteleto na frente. Estamos a receber orientação para praticar, mas estamos a julgar “Ah, isso não é bem assim como ele está a dizer…”, “Ah, funcionou com ela, mas comigo é diferente!”. Ou será que alguém aqui não pensou assim? Pensou? Acho que não! (Risos)

Vamos deixar o nosso ego à parte e já que estamos no último quadrimestre, reta final do ano, vamos através de todas essas práticas purificadoras, não perder essa noção da prática da fé como forma de purificação e eleveção espiritual. Estou a ministrar Johrei: estou “a purificar” esta pessoa. Estou a receber Johrei: estou a agradecer a “purificação” do meu espírito. Vou fazer dedicação na Igreja, em casa, na sociedade, no ambiente de trabalho, etc: estou a “purificar” o meu sentimento, o meu espírito e a atmosfera espiritual. Vou fazer uma Flor de Luz: estou a “purificar” o meu sentimento e o de quem o apreciar. Vou fazer um donativo: pegue num envelope e pense: “Graças a Deus e a Meishu-Sama estou a poder purificar os meus bens materiais. Messias Meishu-Sama, por favor, aceite esta minha gratidão e utilize-a para salvar o maior número de pessoas.” Em tudo, estar sempre atento para a purificação! Foi para isso que Deus criou a Igreja Messiânica Mundial, para purificar o mundo e assim poder construir o Paraíso Terrestre. Meishu-Sama dizia que o Paraíso Terrestre é o Mundo Cristalino e quando uma coisa é cristalina? Quando ela é… (Pura) Por que são preciosos os melhores cristais? Porque são… (Puros). Essa é que é a diferença entre o cristal e o vidro; o cristal tem um altíssimo nível de purificação e o vidro não. Podemos escolher, se queremos ter alma de vidro ou alma de cristal, capaz de ser utilizada por Deus e Meishu-Sama, na construção do Paraíso Terrestre.

Muito obrigado e um bom mês a todos!