Culto Mensal de Agradecimento – Julho 2017

PALESTRA DO VICE-PRESIDENTE DA IGREJA MESSIÂNICA MUNDIAL DE PORTUGAL

MIN. LUCIANO RIBEIRO VITA DA SILVA – JULHO 2017

Bom dia a todos!
(bom dia!)
Estão todos a passar bem?
(Graças a Deus e ao Messias Meishu-Sama!)
Oh! Hoje estão com força!
(Risos)

Que bom! É o sol, é fruto do sol. Que dia bonito, não é mesmo? Tentarei ser breve para que os senhores possam desfrutar ao máximo deste dia tão maravilhoso, está bem?

Primeiramente, em nome do nosso Presidente, Reverendo Carlos Eduardo Luciow, gostaria de agradecer a todos pela imensa permissão de poderem estar presentes e poderem dedicar nessa obra tão maravilhosa que é a obra do Messias Meishu-Sama. Realmente é uma enorme permissão! Muitas vezes não nos damos conta dessa grandiosidade, mas é algo maravilhoso podermos estar aqui, mensalmente, a renovar o nosso sentimento de compromisso com o Supremo Deus. Não acham? (Sim)

Os meus parabéns e muito obrigado pela presença! (Palmas)

O Reverendo Carlos como os senhores podem observar, está ausente hoje, pois neste exato momento, encontra-se a liderar um grupo de vinte e um peregrinos oriundos de 5 países, que nos representam no Culto Mensal de Agradecimento na Sede Central da África em Angola.

Ontem, tive a oportunidade de falar com ele por telefone e ele pediu-me para deixar um forte abraço para todos os senhores. Disse que tem estado a todo o momento, em sintonia connosco. Eu acredito que muita coisa esteja a manifestar-se para ser resgatada nessa relação (Portugal-Angola). Os participantes deste grupo de peregrinação retornarão no próximo dia 5 (Quarta-feira) e de certeza que trarão muitas experiências, muitas coisas boas para todos nós. Acredito, também, que no próximo mês teremos várias experiências para serem relatadas aqui.

Bom, hoje quem está a vir pela primeira vez pode levantar a mão? Há alguém? Ah, seja bem-vinda! (palmas) Espero que esta seja a primeira vez de muitas outras. Seja bem-vinda, do fundo do meu coração!
(Está, obrigada.)

Estamos também, como de costume, a receber a presença de membros e frequentadores de algumas partes do país: mais especificamente de Lisboa, Margem Sul, Coimbra, Braga, Guimarães e logicamente do Porto e de Vila Nova de Gaia. Do exterior, hoje temos membros vindos do Brasil! Sejam todos bem-vindos! (palmas)

Agora, gostaria de completar um comunicado que no mês passado o Reverendo Carlos fez. Aqui e hoje, gostaria de lhe dar forma. Estou a referir-me á notícia do novo responsável da região do Algarve e Alentejo, que é o Ministro Ricardo Azevedo. (palmas)

Gostaria de convidá-lo e solicitar-lhe que desse umas breves palavras para os senhores! Por favor, ministro! (palmas)

Palavras de saudação do Ministro Ricardo Azevedo:

Bom dia a todos!
(Bom dia!)

É com grande emoção que eu estou aqui hoje. Passou-se um ano e pouco desde a última vez que nos vimos. Foi um ano e pouco de muitas emoções no Japão. Foi graças aos senhores e a toda à vossa dedicação aqui, que eu pude estar lá, no Solo Sagrado, a rezar por todos e também poder aprender mais, para que pudesse voltar para Portugal como um melhor instrumento de Meishu-Sama. A partir de agora e juntamente com todos os senhores quero poder continuar esta maravilhosa Obra Divina que Meishu-Sama nos deixou e nos delegou. Então peço também a oração de todos para que possa expandir no Algarve e no Alentejo. Além disso, qualquer coisa que os senhores precisarem estarei sempre à disposição, estarei sempre pronto para ajudar, está bem? Realmente é do fundo do coração que eu agradeço todo o esforço que os senhores fizeram para que eu pudesse aprimorar no Japão este tempo todo. Muitíssimo obrigado. (palmas)

Muito bom ver um ministro jovem, recém-formado, não é?

Agora vamos entrar na Palestra. Já desde o mês de maio que nós recebemos um material elaborado por Kyoshu-Sama. Estou a falar do material Izunome Dayori. Primeiramente, gostaria de perguntar, se os senhores estão a conseguir fazer a leitura diária desse material que saiu no último boletim?

Não só aqui no Johrei Center, mas nos vossos lares, no vosso trabalho, no vosso dia-a-dia, os senhores estão a consegui-lo? Quem o está a conseguir pode levantar a mão, por favor? Poucas pessoas, não é? Nós precisamos interiorizar bastante esta prática. E é por isso que eu estou a reforçar aqui hoje esse ponto. É o que nós vamos, principalmente, aprofundar hoje.

Na própria “mensagem de Kyoshu-Sama para os Messiânicos do Mundo Inteiro” presente no boletim número 50, de junho de 2017, Ele diz o seguinte:

«As três mensagens intituladas “Palavras de Luz”, “Nosso Juramento” e “Palavras de Oração” são a essência do que venho tentando lhes dizer nos últimos dez anos aproximadamente. Eu as preparei porque gostaria que o maior número possível de pessoas se voltasse para o seu “novo eu”, que traz o nome Messias dentro dos senhores.»

Ouvindo isso, também fomos em busca de um outro trecho, de uma outra orientação que também está aqui neste mesmo boletim. Vejam bem, está tudo aqui nesse boletim (Nº 50). Esta orientação é proferida pelo nosso saudoso Reverendíssimo Watanabe. Nessa ocasião, o Reverendíssimo transmite-nos esse ponto crucial: “Consolidar a visão de Messias da Igreja Messiânica Mundial”.

Aí ele faz uma pergunta às pessoas:

«“Vamos praticar verdadeiramente uma fé que se liga ao Messias Meishu-Sama?”, “Vamos consolidar uma visão de Messias da Igreja Messiânica?”, “Não é uma visão de Messias do Judaísmo, nem do Cristianismo, nem do Islamismo… Vamos consolidar uma visão de Messias da Igreja Messiânica!”»

E continua…

«Não pode haver diferenças entre aquilo que apresentamos à sociedade e o que acreditamos.»

A apresentação e o que eu acredito, a minha crença, têm que estar juntos.

«Não pode haver “frente e verso”, nem “o que eu falo é uma coisa, mas o que eu penso é outra”»

Não pode haver isso.

«Nossos estudos estão indo na direção de consolidar uma visão de Messias que, tanto o que for explicado aos outros, como o que nós acreditamos, sejam a mesma coisa. Devemos apresentar aquilo que acreditamos.»

E mais uma vez e para terminar, o Reverendíssimo faz no final um pedido:

«Peço aos senhores que a partir de agora se empenhem seriamente em compreender e praticar as palavras de Kyoshu-Sama em conjunto»

Porque isso é uma outra coisa que ele menciona nesse texto, a importância de se estudar as palavras de Kyoshu-Sama em conjunto. Em conjunto temos um outro aprendizado. Não quer dizer que os senhores não estudem isoladamente, sozinhos. Podem, mas é importante que também e principalmente, façam esses estudos em conjunto, para compartilharmos aprendizados, experiências, o que está a ser praticado e vivido. Pois, muitas vezes sozinhos temos dificuldades em compreender, mas unidos, aí realmente, tudo se tornará mais fácil.

Por isso, baseado nesta orientação, neste fim de semana, todos os ministros de Portugal decidiram reforçar esse estudo das Palavras do Kyoshu-Sama em todas as unidades (Johrei-Centers e Núcleos).

Agora pergunto-vos: vamos realizar esse trabalho? Para aprofundar!

Não é para ficar no intelecto, é estudar para colocarmos em ação; não vamos querer entender com a cabeça, por favor! Vamos centrar-nos e consolidar realmente esse trabalho através das palavras de Kyoshu-Sama.

Kyoshu-Sama nessa mensagem também diz:

«Eu estive apegado ao meu “velho eu” por muito tempo. Sem perceber isso, eu compreendia os Ensinamentos de Meishu-Sama de forma limitada e tendenciosa. Porém, com Sua graça, através de Meishu-Sama, Deus me fez, e ainda me faz perceber o meu “velho eu” e minha forma limitada de pensar.»

«Eu entendia de forma errada todas as palavras que nos foram ensinadas através de Meishu-Sama e, por isso, eu preciso pedir desculpas a ele. Ao mesmo tempo, sinto-me profundamente grato a Meishu-Sama por me permitir despertar para isso.»

E Ele continua:

«Desejo que os senhores tenham constantemente a permissão de perceber novas coisas, e que possam compartilhá-las com muitas pessoas, ao invés de guardá-las para si. Acredito que esse é o verdadeiro trabalho missionário que Meishu-Sama quer que realizemos. Portanto, vamos caminhar em frente, com coragem, nessa forma totalmente nova de Obra Divina.»

Isso é maravilhoso, não acham? Querem mais claro que isto?… Muito bom, não acham?!

Os senhores gostaram da experiência de fé?

(sim, gostamos…)

Gostaria de agradecer ao jovem Ivan Paulo Pereira dos Santos Bérgamo, que realmente ao chegar na Europa com uma visão bem materialista, teve que bater com a cabeça até se recordar da orientação que a sua anterior Ministra, lhe havia dado de não se esquecer dos seus antepassados, e procurar visitar o local das suas origens. Nesta experiência não devemos apenas prendermo-nos ao facto dele ter conseguido um emprego, pois é realmente como ele próprio colocou: “O milagre não foi o fim da purificação, mas o início de uma missão.” Vejam bem, o mais gratificante é essa fabulosa formação que ele está a ganhar.

Mesmo antes de termos o material Izunome Dayori, ele já a estava a praticar. Porque no momento do aperto, sem dinheiro, sozinho, com poucas condições, o que foi mesmo que ele disse? “Eu entrego a minha vida ao Senhor, seja qual for o meu destino, que seja para a Obra de Deus”. Ele já estava a realizar uma parte das “Palavras de Oração”. É uma prova do resultado, dessa reflexão. Porque, na realidade, a prática que ele está a realizar é no seu próprio dia-a-dia: entregando flores de luz, realizando limpeza espiritual na porta do Johrei Center, dando assistência religiosa, entre outras. Durante o primeiro mês em que ele veio para Portugal, foi todos os dias ao Johrei Center, após sair do trabalho! Assumiu esse compromisso! Na verdade, são estas práticas que fazem a diferença. Como estamos a ser formados pelo Supremo Deus, é nos momentos de dificuldade que conseguimos, verdadeiramente, retornar ao Paraíso existente no nosso interior, para renascermos como verdadeiros filhos de Deus.

O ensinamento de hoje, “Caraterísticas de salvação pela Igreja Messiânica Mundial” é realmente um ensinamento fabuloso!

No ano passado, no Culto aos Antepassados no Solo Sagrado de Atami, o Líder Espiritual Kyoshu-Sama, fez uma colocação sobre este ensinamento, que diz o seguinte:

«Em seu Ensinamento “Características da salvação pela Igreja Messiânica Mundial”, Meishu- Sama escreveu: “Para salvar o próximo, o homem precisa primeiramente elevar-se ao Paraíso e tornar-se seu habitante. Assim, ele poderá puxar o próximo para o Paraíso e trazê-lo à salvação”.»

Continuando deste modo:

«Precisamos fazer com que esse Ensinamento se torne nossa realidade. Portanto, vamos aceitar que somos habitantes do Paraíso e retornar ao Paraíso que existe no interior de cada um de nós. Se não fizermos isso, não teremos permissão de participar na Obra Divina de Meishu-Sama e salvar todo o mundo. Só temos a permissão de servir na Obra Divina de Meishu-Sama porque nossa verdadeira tarefa é servir a Deus no Paraíso, como seus residentes.
O que fazemos na Terra é uma mera projeção do que, na realidade, fazemos no Paraíso. Hoje, estamos reunidos neste templo realizando um culto religioso de louvor a Deus. Estes cultos são realizados na Terra somente porque os realizamos constantemente no Paraíso, para louvar e glorificar a Deus.
Nesta Terra, temos olhos para ver, ouvidos para ouvir e o sentido do tato. Porém, só temos essas faculdades porque, no Paraíso, antes de virmos para a Terra, nos foram concedidos olhos, para vermos Deus, e ouvidos, para ouvirmos a voz de Deus. Nossa prioridade é lembrar de todas essas coisas que Deus nos concedeu para usarmos no Paraíso. Caso contrário, não seremos capazes de auxiliar Deus a acolher toda a humanidade e todos os ancestrais no Paraíso e trazê-los à salvação.
A chave para acolhermos toda a humanidade no Paraíso está em como reconhecemos os mecanismos de nossas emoções e de nossas mentes – nosso sonen. Seguindo a lógica sobre a qual estou falando hoje, nossas emoções e nossa mente, na realidade, existem no Paraíso e estão sendo constantemente usadas por Deus.»

Para finalizar e voltando mais uma vez ao nosso boletim, gostaria de ler o material Izunome Dayori. Por favor, vamos ouvir, vamos acolher estas palavras de Kyoshu-Sama, buscando o nosso paraíso interior, está bem? Vamos aproveitar esta oportunidade de unir os nossos corações com o de Kyoshu-Sama.

Palavras de Luz
Deus é Luz.
E onde há Luz, paz, felicidade e alegria são abundantes.
Na escuridão, permeiam-se o conflito, a pobreza e a doença.
Vós que desejais Luz e prosperidade, vinde!
Vinde à Luz e chamai o nome do Messias!
Assim sereis salvos.

Nosso Juramento
Nós, membros da Igreja Messiânica Mundial, temos como objetivo nascer de novo como verdadeiros filhos de Deus seguindo os passos de Meishu-Sama, que alcançou a posição de um Messias, um filho de Deus.
Todos nós nos tornamos filhos de nossos pais terrenos através do nascimento físico. Hoje, acreditamos ser necessário nascer, mais uma vez, como verdadeiros filhos de Deus e reconhecer que nosso verdadeiro Pai é o Deus vivo e eterno.
Da mesma forma que nossos pais terrenos nos deram um nome ao nascermos, Deus nos deu um nome quando Ele nos concebeu no paraíso.
Acreditamos que esse nome é Messias e que todos os seres humanos nascem na Terra para se tornarem verdadeiros filhos de Deus – Messias.
Para que sejamos aceitos por Deus como Seus verdadeiros filhos, acreditamos ser necessário nos esforçar, conscientemente, para direcionar nossos corações a Deus em nosso dia-a-dia.
Nós louvamos e glorificamos Deus, O reconhecemos como o Criador e atribuímos a Ele tudo o que acontece em nossa vida.
Acreditamos que, gradualmente, esse esforço fará com que cresçamos para nos tornarmos aquilo que precisamos ser, isto é, verdadeiros filhos de Deus – Messias.

Palavras de Oração
Deus, eu reconheço que o Senhor está vivo.
Dentro de mim, o Senhor está vivo.
Eu Lhe agradeço por me criar e educar para nascer de novo como Seu filho.
Que essa benção seja compartilhada com todos.
Em nome do Messias, que é uno a Meishu-Sama,
eu me entrego ao Senhor.
Por favor, me use conforme a Sua vontade.

Um bom mês a todos, boa formação e aprofundamento nesse estudo.

Muito obrigado!

Comentários não disponíveis.